Arte da memória e memória da arte em Baú de Ossos

  • Maria Alice Ribeiro Gabriel Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Pedro Nava; memórias; arte.

Resumo

No século XX, pesquisas nos campos da neurociência cognitiva, dos estudos culturais, da história e literatura expandiram o conceito de memória.  Os trabalhos de Eric Kandel, Elie Wiesel, Elizabeth Loftus, Jan Assman, Hayden White, Michael Roth, Paul Ricoeur, Richard Kearney e Saul Friedländer contribuíram para enriquecer o diálogo sobre as éticas e políticas do tema da memória na sociedade. Um dos aspectos proeminentes envolvendo as Memórias de Pedro Nava nos domínios da arte e da literatura é a recriação do projeto mnemônico de Marcel Proust. Este ensaio pretende abordar o uso das artes por Nava ao compor perfis biográficos, imagens e cenas do passado, a fim de discutir como tais referências constituiriam um memorial estético em Baú de ossos (1972).

Publicado
2019-11-20
Como Citar
Gabriel, M. A. (2019). Arte da memória e memória da arte em Baú de Ossos. Diacrítica, 33(1), 179-198. https://doi.org/10.21814/diacritica.307