INTERTEXTUALIDADE MULTIMODAL

Autores

  • Carlos Eduardo Nunes Garcia CEFET/MG

DOI:

https://doi.org/10.21814/diacritica.352

Palavras-chave:

Intertextualidade, Multimodalidade, Tecnologia digital, Ensino de Língua Portuguesa, Gêneros textuais

Resumo

A intertextualidade é um conceito que está presente nos estudos linguísticos desde Kristeva (1974). Assim, noção de que os textos podem acontecer em intertextos é pacífica nos estudos de linguística textual (KOCH; ELIAS, 2010; entre outros). É inegável também que o desenvolvimento de novas tecnologias no século XX, especialmente as do mundo digital, tem possibilitado o surgimento de novos gêneros textuais, como os memes (MARCUSCHI, 2008), que, por sua vez, tendem a fazer uso de diversos modos de linguagem, nos termos de Kress e Van Leeuwen (2001). O objetivo deste artigo, portanto, é apresentar a Intertextualidade como um fenômeno multimodal cuja abordagem em ambientes pedagógicos é uma ferramenta de temas geradores (FREIRE, 2014 [1968]).

Downloads

Publicado

2020-04-07

Como Citar

Nunes Garcia, C. E. (2020). INTERTEXTUALIDADE MULTIMODAL. Diacrítica, 34(1), 122–134. https://doi.org/10.21814/diacritica.352

Edição

Secção

Línguas & Tecnologias: modalidades, desafios e experiência