CONDIÇÕES DA HOSPITALIDADE EM “THE DISPLACED PERSON” DE FLANNERY O’CONNOR

  • Lígia Bernardino Universidade do Porto / Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, Portugal.

Resumo

“"e displaced person” (1954), conto da escritora norte-americana Flannery
O’Connor, problematiza a questão do acolhimento de refugiados através do desencademento
de zonas de conflito desmascaradores de feridas interculturais e sociais.
Para além das decisões políticas, existe a mais difícil conciliação de vontades, propiciadora
da transformação do refugiado em homo sacer, pelo não reconhecimento
dos seus direitos, ou em força de trabalho a explorar. A hospitalidade convertida
numa travessia de perigosidades várias constitui-se, assim, como topos privilegiado
deste conto. O presente ensaio debruça-se sobre as irradiações resultantes
das especificidades que a condição de refugiado implica tal como percecionado por
Flannery O’Connor através de “"e displaced person”.

Publicado
2019-05-28
Como Citar
Bernardino, L. (2019). CONDIÇÕES DA HOSPITALIDADE EM “THE DISPLACED PERSON” DE FLANNERY O’CONNOR. Diacrítica, 31(3), 41-56. https://doi.org/10.21814/diacritica.387