LÍNGUA PORTUGUESA ESCRITA COMO SEGUNDA LÍNGUA

UMA ANÁLISE DE PRODUÇÕES ESCRITAS DE SURDOS FREQUENTADORES DO GEPLIS / UNICAP, BRASIL

Autores

  • Izabelly C. dos Santos Brayner Universidade Católica de Pernambuco e Universidade de Pernambuco, Brasil
  • Antonio H. Coutelo de Moraes Universidade Católica de Pernambuco, Brasil
  • Wanilda Maria Alves Cavalcanti Universidade Católica de Pernambuco, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.21814/diacritica.440

Palavras-chave:

Português, Segunda língua, Escrita, Surdos

Resumo

A escrita exerce papel fundamental na participação ativa em uma sociedade, uma vez que facilita o acesso ao conhecimento. No caso dos surdos envolvidos nesta pesquisa, essa modalidade do português representando a segunda língua (L2) coloca-os diante da perspectiva bilíngue abordagem educacional que orienta profissionais na educação dessa minoria linguística. O objetivo desta pesquisa foi analisar produções escritas dos frequentadores do Grupo de Estudos e Práticas de Linguagem para Surdos (GEPLIS) na Universidade Católica de Pernambuco, visando uma melhor compreensão de obstáculos que impedem a efetivação da aprendizagem expressa através da produção textual na L2. Nesse contexto, serão trazidos, na fundamentação teórica, autores como Brochado (2003), Lacerda (1998), Pereira e Karnopp (2012), Quadros (2004), entre outros, que servirão como base para fundamentação teórica do trabalho. A metodologia adotada foi a qualitativa de caráter descritivo. Os dados apontaram que os sujeitos se encontram nos estágios I e II da interlíngua, não sendo identificado nenhum sujeito no estágio III. Concluímos que se fazem necessários investimentos em pesquisas que busquem estratégias para fortalecer a produção textual na L2 por surdos, assim como a aqui sição de conhecimentos acessíveis majoritariamente em língua portuguesa escrita nos diversos materiais didáticos.

Downloads

Publicado

2019-07-02

Como Citar

Brayner, I. C. dos S., Moraes, A. H. C. de, & Cavalcanti, W. M. A. (2019). LÍNGUA PORTUGUESA ESCRITA COMO SEGUNDA LÍNGUA: UMA ANÁLISE DE PRODUÇÕES ESCRITAS DE SURDOS FREQUENTADORES DO GEPLIS / UNICAP, BRASIL. Diacrítica, 32(2), 273–291. https://doi.org/10.21814/diacritica.440

Edição

Secção

Confluências em Português Língua Segunda/Língua Estrangeira/Língua de Herança