PORTUGUÊS LÍNGUA DE ACOLHIMENTO PARA MIGRANTES SENEGALESES EM RIO GRANDE, RS, BRASIL

  • Lúcia Lovato Leiria Universidade Federal do Rio Grande, Brasil
  • Luciana Pilatti Telles Universidade Federal do Rio Grande, Brasil
  • Adriano Luiz Ribeiro Freitas Universidade Federal do Rio Grande, Brasil
Palavras-chave: Português lingua de acolhimento, Extensão universitária, Migrantes senegaleses

Resumo

A imagem do Brasil como país de oportunidades atraiu imigrantes em busca de melhores condições de vida. Em Rio Grande, RS, é considerável o número de senegaleses nessa condição, criando-se a demanda para o ensino de português língua de acolhimento a imigrantes. Este artigo resulta de reflexões sobre um projeto de extensão desenvolvido para promover a integração desses sujeitos na cultura local pelo ensino/aprendizagem do português. Buscou-se também, no referido projeto, oferecer-lhes bases linguísticas para a interação em língua portuguesa; propiciar- -lhes o contato com gêneros textuais típicos do mundo do trabalho; e promover competências de compreensão de textos relacionados ao ambiente de trabalho e ao dia a dia. Adotaram-se os fundamentos da Sociolinguística Interacional (Gumperz 1982) e da Antropologia Cultural (Matta 2001). Do ponto de vista pedagógico, selecionou-se a Abordagem Baseada em Tarefas (Janowska 2014; Willis 1996), visando a atender necessidades específicas do grupo. No geral, os aprendizes demonstraram facilidades de aquisição do vocabulário e algumas dificuldades nos níveis fonético e fonológico, como a distinção entre /z/ e /ʒ/; /s/ e /ʃ/; /l/ e /ʎ/. Quanto ao impacto social, essa ação contribuiu para o ingresso de alguns alunos no mercado de trabalho formal.

Publicado
2019-07-03
Como Citar
Leiria, L., Telles, L., & Freitas, A. (2019). PORTUGUÊS LÍNGUA DE ACOLHIMENTO PARA MIGRANTES SENEGALESES EM RIO GRANDE, RS, BRASIL. Diacrítica, 32(2), 345-363. https://doi.org/10.21814/diacritica.445
Secção
Confluências em Português Língua Segunda/Língua Estrangeira/Língua de Herança