Sistema temporo-aspetual: um estudo comparativo entre Português Europeu e Mandarim

Autores

  • Aoran Yang Universidade do Porto/Universidade de Estudos Internacionais de Pequim

DOI:

https://doi.org/10.21814/diacritica.545

Resumo

Sendo os dois parâmetros distintos, o tempo e o aspeto podem ser codificados em diferentes formas entre línguas humanas, bem como as relações internas subjacentes a estas duas categorias. Este artigo apresenta uma análise descritiva dos sistemas tempo-aspeto de Português Europeu (PE) e Mandarim, tendo como objetivo detetar algumas diferenças e semelhanças entre as duas línguas a este respeito. O estudo demostra que, apesar de existirem várias diferenças notáveis, ainda se destacam certas semelhanças entre o PE e Mandarim relativamente a como se veiculam as informações temporais e aspetuais, especialmente no que se referem ao uso de adjuntos adverbiais e à expressão dos valores perfeito e imperfeito.

Downloads

Publicado

2020-12-14

Como Citar

Yang, A. (2020). Sistema temporo-aspetual: um estudo comparativo entre Português Europeu e Mandarim. Diacrítica, 34(3), 48–79. https://doi.org/10.21814/diacritica.545

Edição

Secção

Linguística Aplicada