O PAPEL DOS MARCADORES PRAGMÁTICOS NA INTERLÍNGUA FALADA ACADÊMICA: UM ESTUDO BASEADO EM CORPUS DE UM GRUPO DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS BRASILEIROS DE ILE

  • Bárbara Malveira Orfanò Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil
  • Ana Larissa Adorno Marciotto Oliveira Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil
  • Spencer Barbosa da Silva Departamento de Estatística - Universidade Federal de Ouro Preto, Brasil

Resumo

O presente trabalho aborda como um grupo de estudantes universitários de ILE
(Inglês Língua Estrangeira) usam marcadores pragmáticos em suas produções
orais. O estudo consiste de dois corpora: um corpus de aprendiz sendo compilado
na Universidade Federal de Minas Gerais-Brasil e um subcorpus do British
Academic Spoken English (BASE). Enquanto aprendizes brasileiros sobreusam
itens especí#cos como just e maybe, falantes nativos ou +uentes utilizam uma variedade
maior de unidades multipalavra. Os resultados reforçam a importância da
análise de dados empíricos no estudo da produção oral de aprendizes. Eles também
lançam luz para o ensino e para a aprendizagem de inglês em contexto acadêmico
de um ponto de vista pragmático.

Publicado
2020-03-20
Como Citar
Orfanò, B., Oliveira, A., & Silva, S. (2020). O PAPEL DOS MARCADORES PRAGMÁTICOS NA INTERLÍNGUA FALADA ACADÊMICA: UM ESTUDO BASEADO EM CORPUS DE UM GRUPO DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS BRASILEIROS DE ILE. Diacrítica, 32(3), 207-226. https://doi.org/10.21814/diacritica.579
Secção
Corpora nas Humanidades Digitais