A delicadeza e as formas de tratamento em português língua não materna

Um estudo de caso numa sociedade bilingue em Espanha

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21814/diacritica.601

Palavras-chave:

Atos diretivos, Formas de tratamento, Delicadeza, Interação, Português Língua Não Materna

Resumo

Atendendo ao caráter não universal da delicadeza, o presente trabalho tem por objetivo investigar as competências gramatical e pragmática de um grupo de estudantes específico de Português Língua Não Materna no âmbito das estratégias de delicadeza usadas em atos ilocutórios com uma dimensão diretiva, e no uso das formas de tratamento em língua portuguesa. No esteio dos atos diretivos, analisamos os atos de ordem, pedido, oferta, convite e proposta, tendo sido estes três últimos incluídos na categoria de atos híbridos, visto também apresentarem uma dimensão comissiva. O estudo das formas de tratamento contempla a constante reestruturação das práticas sociais subjacente aos diferentes condicionantes para a escolha de cada forma, tal como as subtilezas e especificidades de certos vocábulos. Na análise sociolinguística dos estudantes, destacamos fatores característicos do grupo em observação, como o multilinguismo, a proximidade das línguas românicas e o fator idade.

Em face dos resultados obtidos, observamos uma preocupação de os estudantes adequarem as formas à finalidade do ato discursivo e às características dos interlocutores. No entanto, concluímos que a competência pragmática dos aprendentes deve ser reforçada, tendo em conta as especificidades das interações.

Downloads

Publicado

2021-05-06

Como Citar

Cação Lopes Antão, M. A., & Almeida, C. A. de. (2021). A delicadeza e as formas de tratamento em português língua não materna: Um estudo de caso numa sociedade bilingue em Espanha. Diacrítica, 35(1), 189–206. https://doi.org/10.21814/diacritica.601