O uso do imperfeito em português europeu e em espanhol europeu

Autores

  • Bárbara Azevedo Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Porto, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.21814/diacritica.646

Palavras-chave:

Pretérito Imperfeito, Português Europeu, Espanhol Europeu, Corpus Linguístico

Resumo

Este trabalho tem como principal objetivo analisar o uso do pretérito imperfeito do indicativo em duas línguas românicas, o português europeu e o espanhol europeu, de modo a verificar se os seus usos, em determinados contextos, são equivalentes ou distintos. A análise baseia-se em dados recolhidos em dois repositórios linguísticos, um português (CETEMPúblico) e outro espanhol (CREA), assim como em jornais online portugueses e espanhóis. O estudo centra-se em construções condicionais com o intuito de verificar até que ponto as duas línguas convergem ou não quanto ao uso do imperfeito nestas construções. Depois da análise dos dados, observou-se que há algumas diferenças entre as duas línguas nestas construções, tendo por base as classes aspetuais com as quais o pretérito imperfeito se combina. 

Downloads

Publicado

2021-05-06

Como Citar

Azevedo, B. (2021). O uso do imperfeito em português europeu e em espanhol europeu. Diacrítica, 35(1), 154–168. https://doi.org/10.21814/diacritica.646

Edição

Secção

Tempo e Aspeto nas Línguas Românicas: Sincronia e Diacronia